domingo, 25 de abril de 2010

Válvula De Escape


Quanto mais eu durmo menos problemas eu tenho?
Parece que fomos programados para que toda vez que derrapamos em algo ou em alguém, achamos uma maneira de fugir, simplesmente fugir do problema, da situação ou fugir da tal pessoa! Poderia eu falar que a maneira certa é dar a cara a tapa e ir sem medo de arriscar! Convenhamos... Quase ninguém faz isso, e não é por medo não, e sim por comodismo, to tão acostumado a tapar o sol com a peneira, porque eu vou literalmente achar uma solução pra tudo? Ninguém tem essa necessidade, mesmo sabendo que o certo seria fazer isso, quase ninguém faz. Tem gente que prefere dormir, e esquecer nem que seja por algumas horas das coisas que estão acontecendo, tem gente que prefere recorrer aos seus próprios poderes e sozinho se ergue mesmo não solucionando o seu problema mais será que da certo? Você é tão egoísta assim que consegue sozinho? Agora tem gente que curti com mais intensidade o final de semana, tem aqueles que usam a sua namorada (o), e tem aqueles que recorrem aos amigos, família? Acho difícil, vai me dizer que tua mãe e teu pai sabem TUDO ao seu respeito? Duvido! Mais isso não importa, a questão é que cada um tem sua “válvula de escape” pra quase tudo, uns usam ela com mais inteligência que outros, ninguém ta livre de problemas e ninguém vive feliz eternamente, infelizmente sempre tem aquela pedra no caminho, e fugir não faz de ti uma pessoa covarde, ninguém nesse mundo resolve tudo como se deve resolver, todo mundo tem muita coisa pra se preocupar, estudos, trabalho e pessoas, afinal você se importa com quem esta do seu lado, e por tanto compromisso, não conseguimos mergulhar de cabeça nas incertezas que ao longo da vida aparecem, nunca nada nem ninguém vai explicar as emoções que vivemos diariamente, se tratando de pessoas eu duvido de qualquer estudo já feito, duvido da ciência! Todos temos jeitos diferentes de pensar, de agir e de sentir, quando a gente acha que já chegamos no limite, no fundo do poço, é só passar algum tempo, que olhando pra trás vemos que aquele problema hoje em dia é tão pequeno, e que você tem um bem maior em suas mãos, é deixar o tempo passar e agir por ele mesmo, não adianta, tem certas coisas na vida, que nunca vamos ter certeza, e uma delas é o nosso limite, até quando eu aguento um problema? Até quando você aguenta? ninguém sabe.
Fomos criados assim, nossos pais nos ensinam a crescer na vida e encarar os problemas, mais não seguimos isso a risca, tem certas coisas que preferimos deixar passar, porque é melhor para o nosso amor próprio, é melhor pra circunstancia, é melhor “se fazer de louco”.
De uma coisa eu sei, ninguém vive sozinho! Precisamos de pessoas, e ninguém ta a passeio nesse mundo, todo mundo precisa de família, de amigos e precisa amar alguém, quem diz que consegue viver sem isso numa boa, sinto pena porque nunca vai entender por completo o sentido de muitas coisas, tudo são complementos, quem é medíocre de alma aceita viver com esses três fatores pela metade, agora quem é malandro e inteligente, sabe que viver com esses três fatores por completo é melhor ainda, então não tem porque viver e acostumar se com as coisas pela metade, se auto avalie e peça pra você mesmo as coisas que tem que estarem completas, só assim você consegue passar pelas barreiras que a vida te oferece de cabeça erguida, ou pra enfrenta las ou pra dar aquela fugida. Você pode deixar passar o problema, o que você não pode deixar passar são as pessoas.

Lucas Medina Mainardi