segunda-feira, 2 de maio de 2011

Tempo suficiente


Mudar, uma pequena palavra de uma grande dimensão!
Hoje muito mais que ontem tenho sede, sede para fazer o que realmente tenho vontade, porém ter vontade já não é mais o suficiente para isso.
É preciso coragem! Essa que nos faz praticar o desapego que queremos! Como pode querer tanto uma coisa e ao mesmo tempo nos sentirmos presos? Presos a rotina e a mesmice.
Acomodação talvez? Pode ser! Mas não necessariamente! Existe uma serie de fatores que influenciam para isso, uma serie de coisas que nos impede de arriscar. Porém como todo produto qualquer, nós também temos o nosso prazo de validade. Chega certa hora que a novidade acaba e tudo perde a graça, os lugares, as pessoas, até mesmo porque sempre achamos que já sabemos o bastante suficiente sobre alguém. Agora entro em contradição, pois nunca vamos conhecer suficientemente alguém ao ponto de gritar isso para todo mundo ouvir, sei que é o que mais fazemos, mas isso é um grande engano, pois todo mundo pode ser surpreende sim e a qualquer hora e todo mundo é capaz de fazer a diferença consigo mesmo e com quem esta a sua volta! Temos que identificar a hora certa pra mudar, a partir daí cabe a cada um colocar em pratica, exige força de vontade. Na necessidade de mudança ficamos menos tolerantes, confesso que a minha paciência com muita gente se esgota fácil, antes o que menos importava hoje incomoda bastante, ficamos mais chatos, e insuportavelmente críticos, diria que seletivos, começamos a achar que já tá mais do que na hora de trocar de ciclo, de começar o novo! Gosto assim, ser seletivo tem o seu lado bom e o seu lado ruim, ao mesmo tempo nessa maré de chatice aguda, nos achamos os donos da verdade e muito melhores que muita gente que conhecemos, esquecemos que até podemos ser mais maduros em alguns pontos, mais que a vida esfrega na cara sim, todo o dia! Afinal estamos sempre ganhando conhecimento, estamos sempre em uma troca constante de informações e que pode mudar nossa visão sobre muita coisa, simplesmente de uma hora para a outra! Para darmos o primeiro passo temos que estar atentos a tudo a nossa volta, temos que saber a hora certa e ter segurança para seguirmos na nossa verdade, porém a maior atenção deve ser focada não o que se tem em nossa volta e sim o que se tem dentro do coração e da mente, a vontade do novo só surgi quando percebemos e damos atenção para o nosso coração, devemos saber aonde queremos chegar... E se bater uma dúvida? Pra onde correr? Pra onde ir? Não vejo problema nisso! Admiro muito quem arrisca, quem da a cara a tapa e tenta a sorte. Afinal Queremos sempre algo positivo, queremos pessoas do nosso lado que sejam tão boas quanto nós somos para elas, queremos pessoas com bom senso e que gostem de nós da mesma maneira que gostamos delas! É tudo uma troca, uma troca sincera. Queremos viver tranquilos e com a mente em paz. Vivemos sempre em busca de algo novo, estamos sempre querendo mais e estamos cada vez mais acomodados! Porém ate mesmo o mais acomodado de todos também segue em diante, e corre atrás do prejuízo! Nosso prazo de validade é curto, acredito que ele dura por temporadas, nada é pra sempre e tudo dura o tempo necessário, nós que temos essa mania de insistir em algumas pessoas e segurar elas em nossas vidas, porque acreditamos que é o melhor para nós mesmos! Mudar não é tão difícil assim, acredito que a verdade esta bem perto de nós mesmos, devemos dar mais atenção aos nossos sentimentos. Temos que dar oportunidade para pessoas cruzarem nosso caminho e fazer ter sentido muita coisa que já não se tem mais. Não sabemos nada, sabemos muito pouco, somos uma mudança constante, nossa mente sofre uma evolução diária, porque não a acompanhar? Não sabemos o que vai ter no final, sabemos que no decorrer podemos ser felizes ou ficarmos do jeito que esta. Não acredito que as mudanças possam nos fazer parar ou regredir, acredito muito que estamos sempre somando cada vez mais. Mudança é sinônimo de renovação, de boas novas!
Começar a fazer diferente, agir diferente, voltar atrás e contornar algumas coisas, desculpar se com o passado, abraçar a causa e deixar a vida levar, tudo implica em mudança! Só eu posso fazer por mim mesmo e mais ninguém! O que eu quero pra mim? Eu sou responsável por tudo de bom que posso ter na minha vida, eu escolho quem fica e quem sai, e eu que pago pelos meus erros. Cabe a mim mesmo direcionar as coisas na minha vida para onde eu quero chegar!
Acreditar que sempre a um recomeço, sempre a um jeito de ser bom outra vez e nunca é tarde para pensarmos diferente e ir atrás do que realmente se quer! É tão clichê, mas faz toda diferença, no fundo sabemos o que é melhor para nós, o mínimo que temos que fazer é correr atrás, afinal temos só uma vida pra fazermos tantas coisas!
Não fomos predestinados a viver sempre do mesmo jeito, temos mais do que direito de voltar atrás, investir no novo, correr os riscos e dar uma oportunidade para nós mesmos, oportunidade de vivermos bem com quem queremos bem!